Bactérias endofíticas promotoras de crescimento de plantas em mudas de pupunheira

Krisle da Silva, Regina Caetano Quisen, Juliana Degenhardt Goldbach, Kauanna Brok Ferreira Pepe, Antônio Nascim Kalil Filho

Resumo


O objetivo deste trabalho foi isolar bactérias endofíticas de pupunheira (Bactris gasipaes var. gasipaes) e avaliar os efeitos da inoculação delas em mudas da planta. As bactérias foram isoladas de folhas e raízes das mudas e de meristemas de pupunheira in vitro. Os isolados foram caracterizados fenotipicamente, e, depois, 15 deles, representando grupos fenotípicos distintos, foram selecionados e identificados por meio do sequenciamento parcial do gene 16S rRNA. Em seguida, esses isolados e duas estirpes comerciais de Azospirillum brasilense (Ab-V5 e Ab-V6) foram inoculados em plântulas de pupunheira. Após 76 dias, as mudas foram avaliadas quanto ao desenvolvimento vegetal. Foram identificados os seis seguintes gêneros com base no sequenciamento: Pseudomonas, Enterobacter, Rhizobium, Stenotrophomonas, Klebsiella e Erwinia. Dos 15 isolados inoculados, 9 tiveram efeito positivo sobre a massa de matéria seca de raízes, com destaque para CNPF 77 (Enterobacter sp.), CNPF 100 (Rhizobium sp.), e CNP 179 e CNPF 277 (Stenotrophomonas sp.). Mudas de pupunheira abrigam bactérias endofíticas capazes de aumentar a matéria seca das raízes.


Palavras-chave


Bactris gasipaes var. gasipaes; Enterobacter; Rhizobium; Stenotrophomonas; bioinoculantes; 16S rRNA

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461