Modelagem da relação altura‑diâmetro de eucalipto em sistemas de integração lavoura-pecuária

Silvano Kruchelski, Jonathan William Trautenmüller, Gabriel Agostini Orso, Eduardo Roncatto, Gilmar Paulinho Triches, Alexandre Behling, Anibal de Moraes

Resumo


O objetivo deste trabalho foi comparar a relação altura-diâmetro, descrita por modelos biológicos não lineares, de Eucalyptus benthamii em monocultura florestal e em três diferentes sistemas de integração lavoura-pecuária (ILP): lavoura-floresta, pecuária-floresta e lavoura-pecuária-floresta. As árvores foram avaliadas durante sete anos após o plantio. Cinco modelos biológicos não lineares foram ajustados para avaliar a relação altura-diâmetro, e o modelo de Gompertz foi selecionado para descrever os dados, embora todos os modelos tenham descrito satisfatoriamente a relação altura-diâmetro das árvores nos ILP. A análise dos dados mostrou que não há nenhuma semelhança entre a monocultura florestal e os ILP quanto à relação altura-diâmetro. Além disso, a relação altura-diâmetro de E. benthamii muda entre os diferentes ILP. Particularmente, dois sistemas com bovinos fornecem os mesmos valores de taxa máxima de crescimento, assíntota e ponto de inflexão do diâmetro à altura do peito. Além disso, com a integração do gado no componente arbóreo, as árvores produzidas apresentam menores alturas assintóticas, com maiores diâmetros quando as alturas médias das árvores dos ILP são iguais.

Palavras-chave


Eucalyptus benthamii; sistemas agroflorestais; agrossilvipastoril; modelos biológicos; Gompertz; modelos não lineares

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461