Sucessão e rotação de culturas com calagem superficial sobre o manejo de nematoides e a produtividade de soja

Rayane Gabriel da Silva, Leandro Pereira Pacheco, Fábio Benedito Ono, Claudinei Kappes, Leandro Zancanaro, Rosangela Aparecida da Silva

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de sistemas de produção em plantio direto e com uso de calagem superficial, após 10 a 11 anos, sobre populações de nematoides e produtividade de grãos de soja (Glycine max). Foram estabelecidos 12 tratamentos em delineamento de blocos ao acaso, com quatro repetições. Os fatores avaliados foram dispostos em arranjo de parcelas subdivididas. As parcelas foram constituídas por três sistemas de produção (monocultivo, soja seguida de pousio na entressafra; sucessão de culturas, soja seguida de milheto na entressafra; e rotação de culturas, soja seguida de crotalaria, Urochloa ruziziensis e milho, cada uma em uma entressafra), por quatro doses de calcário dolomítico em superfície (0,0, 2,0, 4,0 e 8,0 Mg ha-1). A rotação e a sucessão de culturas favorece maior produtividade de soja, com redução da população de Heterodera glycines no solo e nas raízes e aumento das populações de Helicotylenchus spp. O incremento nas doses de calcário em superfície reduz a produtividade de soja, com aumento da população de H. glycines no solo e nas raízes e diminuição das populações de Pratylenchus brachyurus e Helicotylenchus spp.


Palavras-chave


Glycine max; Heterodera glycines; Pratylenchus brachyurus; plantas de cobertura; plantio direto; calcário em superfície

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461