Seleção de genótipos de feijão com maior concentração de macro e microminerais nos grãos

Nerinéia Dalfollo Ribeiro, Greice Rosana Kläsener, Henrique da Silva Argenta, Fabricio Fuzzer de Andrade

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a variabilidade genética de genótipos de feijão (Phaseolus vulgaris) de diferentes tipos de grãos quanto à concentração de macro e microminerais, bem como selecionar genótipos superiores pelo índice multiplicativo. Um total de 22 genótipos de feijão foi avaliado em experimentos conduzidos nas estações seca e chuvosa. A concentração de seis minerais (potássio, fósforo, magnésio, ferro, zinco e cobre) foi determinada, e o índice multiplicativo foi aplicado a experimentos individuais e combinados. Houve efeito significativo da interação genótipo x ambiente sobre a concentração de todos os minerais, e, quando o efeito de genótipo foi decomposto em tipos de grãos, os genótipos diferiram quanto à concentração de três ou mais minerais. Há variabilidade genética na concentração de macro e microminerais nos genótipos de feijão comum avaliados nas estações seca e chuvosa. Nos experimentos combinados, são observados altas estimativas de herdabilidade (≥ 62,60%) e maior ganho genético total (283,59%). O índice multiplicativo aplicado a experimentos combinados possibilita a seleção de genótipos de feijão superiores dos seguintes tipos de grãos: vermelho (Amendoim comprido e Light Red Kidney), rajado ('BRS Executivo' e 'Hooter') e carioca ('IPR Siriri'), que apresentam alta concentração de fósforo e ferro; Amendoim comprido também se destaca pela alta concentração de potássio.


Palavras-chave


Phaseolus vulgaris; seleção combinada; interação genótipo x ambiente; índice multiplicativo

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461