Desempenho produtivo e qualidade físicoquímica de uvas para processamento cultivadas em diferentes porta-enxertos

Marco Antonio Tecchio, Marlon Jocimar Rodrigues da Silva, Silvia Regina Cunha, Daniel Callili, Camilo André Pereira Contreras Sánchez, Juliana Rocha de Souza, Mara Fernandes Moura

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho produtivo e as características físico-químicas das cultivares de uva (Vitis labrusca) para suco Isabel Precoce, BRS Carmem, BRS Cora e IAC 138-22 Máximo, enxertadas sobre os porta-enxertos 'IAC 572 Jales' e 'IAC 766 Campinas'. Utilizou-se o delineamento em blocos ao acaso, em arranjo fatorial 4×2. O desempenho produtivo foi avaliado por meio de: produção por planta; produtividade; número de cachos por videira; e características físicas de cachos, bagas e engaços. Também foram determinadas as características físico-químicas da composição do mosto por meio do teor de sólidos solúveis, açúcares redutores, acidez titulável, índice de maturidade e pH. Como não houve interação significativa entre as cultivares e os porta-enxertos para a maioria das características avaliadas, cada fator foi analisado separadamente. O porta-enxerto 'IAC 766 Campinas' proporcionou maior produtividade e características físico-químicas mais adequadas às quatro cultivares. No entanto, independentemente do porta-enxerto utilizado, as cultivares BRS Carmem, IAC 138-22 Máximo e Isabel Precoce foram mais produtivas que BRS Cora.

Palavras-chave


Vitis labrusca; suco de uva; uvas híbridas; viticultura tropical

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461