Demanda nutricional e exportação de nutrientes por cultivares modernas de feijão-comum

Carine Gregório Machado Silva, Silvino Guimarães Moreira

Resumo


O objetivo deste trabalho foi quantificar a extração e a exportação de nutrientes por cultivares de feijão-comum (Phaseolus vulgaris) de diferentes grupos comerciais e hábitos de crescimento. O experimento foi conduzido com quatro cultivares de feijão-comum: TAA Gol, BRS FC104, IPR Tuiuiú e TAA Dama. Determinou-se o acúmulo de massa seca (MS) total e de nutrientes nos estádios V4 (com quatro, seis e oito trifólios), R5, R7, R8 e R9, bem como a produtividade de grãos e a exportação de nutrientes por eles. Observaram-se diferenças tanto na absorção de nutrientes como no acúmulo de MS e de nutrientes entre as cultivares, nos estádios iniciais de desenvolvimento (V4 com seis e oito trifólios). A cultivar TAA Gol apresentou maior acúmulo de quase todos os nutrientes nesses dois estádios iniciais. Em R7, a cultivar que obteve maior acúmulo de MS e nutrientes foi TAA Dama, mas, a partir de R8, não houve diferenças significativas. Embora a exportação de nutrientes seja semelhante entre as cultivares, uma menor percentagem é translocada para os grãos em TAA Dama.


Palavras-chave


Phaseolus vulgaris; hábito de crescimento; acúmulo de nutrientes; produtividade

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461