Avaliação multiambiental de híbridos de sorgo durante a entressafra no Brasil

Karla Jorge da Silva, Cicero Beserra de Menezes, Paulo Eduardo Teodoro, Larissa Pereira Ribeiro Teodoro, Crislene Vieira dos Santos, Alexon Fernandes Campos, Abner José de Carvalho, Edmilson da Silva Barbosa

Resumo


O objetivo deste trabalho foi selecionar, simultaneamente, híbridos pré-comerciais de sorgo granífero com alta adaptabilidade e estabilidade da produção de grãos, por meio de modelagem mista, em 20 ambientes, por seis anos. O material vegetal avaliado consistia de 57 híbridos comerciais de sorgo granífero. Em todos os experimentos, os híbridos foram arranjados em delineamento fatorial triplo; alguns experimentos utilizaram um fatorial 6x6, e outros, um fatorial 5x5. Os parâmetros de adaptabilidade e estabilidade foram obtidos com base na predição por média harmônica da performance relativa dos valores genéticos (MHPRVG). Os modelos mistos mostraram-se adequados para analisar a interação genótipo x ambiente (GxE) e os estudos de adaptabilidade e estabilidade genotípica do sorgo granífero. Os híbridos que se destacam, considerando-se todos os ambientes, são 1G282, A9904, 50A50, A9902 e XB6022. O híbrido A9904 destaca-se em ambientes favoráveis, com rendimento de grãos acima da média. Apenas 1G282 está entre os cinco melhores híbridos para cada grupo de ambientes e é o melhor híbrido de sorgo granífero quanto ao rendimento, à adaptabilidade e à estabilidade. Os valores genotípicos preditos com base em médias genotípicas podem ser usados em relação aos ambientes com o mesmo padrão de interação GxE por estarem livres da interação GxE.


Palavras-chave


Sorghum bicolor; adaptabilidade; médias genotípicas; modelos mistos; REML/BLUP; estabilidade

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461