Modelagem de clones de eucalipto em sistemas agrossilvipastoris

Adênio Louzeiro de Aguiar Júnior, Silvio Nolasco de Oliveira Neto, Carlos Pedro Boechat Soares, Marcelo Dias Müller, Amana Magalhães de Matos Obolari, Leonardo Henrique Ferreira Calsavara

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar modelos hipsométricos, volumétricos e de afilamento para estimar a altura, o volume e o perfil do fuste de árvores de clones de eucalipto (Eucalyptus grandis × Eucalyptus urophylla), em sistema agrossilvipastoril. Foram coletados dados de parcelas permanentes em sistema agrossilvipastoril com oito anos de idade, composto por três clones de eucalipto (VE01, VE06 e VE07), localizado no município de Coronel Xavier Chaves, no estado de Minas Gerais, Brasil. Dois modelos hipsométricos, três volumétricos e quatro de afilamento foram ajustados aos dados de cada clone e comparados entre si para selecionar o mais bem ajustado. As equações se ajustaram bem aos dados observados, e aquelas dos modelos de Campos, Schumacher-Hall e Garay se destacaram como as melhores. Além disto, o teste F de Graybill mostrou que as equações hipsométricas e volumétricas devem ser ajustadas separadamente para cada material genético. O modelo de Garay foi o melhor modelo de afilamento para estimar perfis de fuste de todos os clones, com uma única equação.


Palavras-chave


integração lavoura-pecuária-floresta; material genético; componente arbóreo; produção volumétrica

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461