Danos do percevejo barriga-verde em milho

Paulo Henrique Ramos Fernandes, Crébio José Ávila, Ivana Fernandes da Silva, Daniele Zulin

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o potencial de dano do percevejo barriga-verde, Dichelops melacanthus, em plantas de milho, em condições de casa de vegetação e campo. Foram realizados três ensaios. Na casa de vegetação, plantas de milho no estádio V1 foram avaliadas após cada uma ser infestada com um inseto em quatro estádios de desenvolvimento (ninfas de terceiro, quarto e quinto instar e adultos), durante 14 dias. No campo, plantas de milho em quatro estádios de desenvolvimento (V1, V3, V5 e V7) foram infestadas em gaiolas com cinco adultos do percevejo, também durante 14 dias. Em outro ensaio na casa de vegetação, os mesmos tratamentos do ensaio em campo foram conduzidos durante 14 dias, mas com intensidade de infestação de um percevejo por planta por vaso. O tratamento testemunha foi sem infestação. Em todos os ensaios, foram atribuídas notas de danos às plantas de milho e determinada a massa seca da parte aérea das plantas. No campo, também foram avaliados diâmetro do colmo e rendimento de grãos. As ninfas de terceiro instar não alteram significativamente o peso seco da parte aérea das plantas e as notas de danos, em comparação ao tratamento testemunha. Infestações de adultos do percevejo causam mais danos em plantas de milho nos estádios V1 e V3, tanto em condições de campo quanto de casa de vegetação.


Palavras-chave


Dichelops melacanthus; Zea mays; estágios de desenvolvimento do milho

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461