Plantas de cobertura com potencial de uso para a integração lavoura‑pecuária na região do Cerrado

Arminda Moreira de Carvalho, Lara Line Pereira de Souza, Roberto Guimarães Júnior, Pedro Cesar Almeida Castro Alves, Lúcio José Vivaldi

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar os efeitos de concentrações de lignina, hemicelulose e celulose na decomposição de resíduos vegetais de plantas de cobertura, com potencial de uso em plantio direto com milho, em sistema de integração lavoura-pecuária, na região do Cerrado. O experimento foi conduzido na Embrapa Cerrados, Planaltina, DF, em parcelas subdivididas. As plantas de cobertura representaram as parcelas, e a época de colheita representou as subparcelas, com três repetições. Avaliaram-se as espécies de plantas de cobertura Urochloa ruziziensis, Canavalia brasiliensis, Cajanus cajan, Pennisetum glaucum, Mucuna aterrima, Raphanus sativus, Sorghum bicolor, bem como as plantas espontâneas em pousio. Plantas de cobertura com menores concentrações de lignina e, consequentemente, com maiores taxas de decomposição de resíduos vegetais como C. brasiliensis e U. ruziziensis promoveram maior produtividade de milho. Concentrações elevadas de lignina inibem a decomposição dos resíduos vegetais e isso é favorável a cobertura do solo. As menores concentrações de lignina resultam em decomposição acelerada de resíduos vegetais, ciclagem mais efetiva de nutrientes e maior produtividade de milho.


Palavras-chave


composição química; matéria orgânica; produtividade de milho

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461