Seleção de genótipos brasileiros de soja com alto potencial para embriogênese somática e regeneração de plantas

Annette Droste, Anelise Machado da Silva, Iliane Freitas de Souza, Beatriz Wiebke‑Strohm, Lauro Bücker‑Neto, Marta Bencke, Márcia Viviane Sauner, Maria Helena Bodanese‑Zanettini

Resumo


O objetivo deste trabalho foi identificar cultivares brasileiras de soja (Glycine max) com capacidade de resposta aos estímulos da cultura in vitro para a indução de embriões somáticos primários, proliferação de embriões secundários e regeneração de plantas. Foram observadas diferenças para cada estádio entre as oito cultivares testadas. Foram selecionadas duas cultivares, 'IAS-5' e BRSMG 68 Vencedora, para avaliação do potencial dos embriões quanto à diferenciação e conversão em plantas. Essas cultivares tiveram altas taxas de indução, proliferação embriogênica repetitiva e baixa germinação precoce dos embriões, no experimento inicial. Foi investigado o efeito da adição de ácido abscísico (ABA) e carvão sobre a regeneração. Os resultados mostraram que a adição de ABA ao meio de proliferação e de ABA e carvão ativado ao meio de maturação aumentaram as taxas de diferenciação dos embriões, o que resultou em maior número de plantas regeneradas. A cultivar BRSMG 68 Vencedora foi identificada como genótipo com alto potencial para indução e proliferação de embriões, bem como para regeneração de plantas. O potencial dessa cultivar quanto à embriogênese somática foi similar ao observado para a cultivar IAS-5, atualmente utilizada para transformação de soja no Brasil. A BRSMG 68 Vencedora pode ser um genótipo alternativo para a engenharia genética de soja via protocolos de embriogênese somática.

Palavras-chave


Glycine max; cultivares brasileiras; potencial embriogênico; engenharia genética; transformação de soja

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461