Desenvolvimento e produtividade do morangueiro influenciados pelo diâmetro da coroa e período de crescimento de mudas

Carine Cocco, Jerônimo Luiz Andriolo, Lígia Erpen, Francieli Lima Cardoso, Gustavo Spreckelsen Casagrande

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a influência do diâmetro das pontas de estolão e do seu período de crescimento em bandejas sobre o crescimento da planta e produtividade do morangueiro Arazá. Os tratamentos consistiram em três classes de diâmetro das pontas de estolão: entre 2,0 e 3,9 mm; 4,0 e 5,5 mm e 5,6 e 7,0 mm, e quatro períodos de crescimento nas bandejas: 24; 39; 54 e 69 dias. Maior massa seca vegetativa das mudas no plantio e maior produção precoce das plantas foram obtidas com mudas que cresceram 69 dias nas bandejas. Pontas de estolão de maior diâmetro originaram mudas mais vigorosas no plantio e plantas com maior crescimento vegetativo no campo, sem efeito na produtividade de frutas. O aumento do período de crescimento das mudas nas bandejas aumentou a produção precoce de frutas e diminuiu o crescimento vegetativo das plantas no campo.


Palavras-chave


Fragaria x ananassa; precocidade; propagação; muda com torrão

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461