Rendimento e qualidade de maçãs em pomares conduzidos nos sistemas convencional e orgânico de produção

Cassandro Vidal Talamini do Amarante, Cristiano André Steffens, Álvaro Luiz Mafra, Jackson Adriano Albuquerque

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar o rendimento e a qualidade de frutos em pomares de macieira, nos sistemas convencional e orgânico de produção no Sul do Brasil. Os pomares consistiram de filas alternadas de plantas com 10 a 12 anos de idade das cultivares Royal Gala e Fuji, sobre porta-enxerto M.7, conduzidas com líder central, em espaçamento de 4x6 m. Dezoito plantas de cada cultivar e sistema de manejo foram marcadas aleatoriamente e avaliadas quanto à nutrição, floração, frutificação efetiva, rendimento e qualidade de frutos, em dois anos agrícolas(2002/2003 e 2003/2004). O sistema orgânico apresentou menores concentrações de K, Mg e N nas folhas e frutos, frutos de menor tamanho em ambas as cultivares e menor rendimento de frutos na cultivar Fuji. Em ambas as cultivares, frutos do pomar orgânico na maturação comercial apresentaram cor de fundo da casca mais amarelada, maior percentagem de coloração vermelha, maior teor de sólidos solúveis totais, maior densidade, maior firmeza de polpa e maior severidade de “russet” do que frutos do pomar convencional. No pomar orgânico, 'Royal Gala' apresentou a menor acidez titulável e 'Fuji' a maior incidência de podridão carpelar e menor incidência de pingo-de-mel. Não foram detectadas diferenças significativas quanto ao sabor, aroma e textura dos frutos entre sistemas de produção, em ambas as cultivares.

Palavras-chave


<i>Malus domestica</i>; decay; fruit; physicochemical characteristics; physiological disorders.

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461