Nível crítico de fósforo no solo para Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia

Emerson de Oliveira Gheri, Mara Cristina Pessôa da Cruz, Manoel Evaristo Ferreira, Leonardo André Schiaveto da Palma

Resumo


Foram avaliados os efeitos da aplicação de fósforo (P) em solo argiloso, de textura média e arenoso, sobre a produção de matéria seca de Panicum maximum Jacq. cv. Tanzânia. O ensaio foi conduzido em casa de vegetação, em vasos de plástico contendo 10 dm3 de solo, em esquema fatorial e delineamento inteiramente ao acaso. Após calagem para V = 70% e aplicação de 0, 35, 70, 105 e 140 mg/dm3 de P, o solo foi umedecido, e depois de 30 dias, secado e amostrado. O ensaio foi conduzido por 76 dias, a partir da emergência das plântulas, com o primeiro corte aos 48 dias, a 10 cm do solo, e o segundo, aos 76, rente ao solo. Com a aplicação de P houve aumento de produção de matéria seca, e o maior acréscimo ocorreu com a aplicação de 35 mg/dm3. A maior produção foi obtida no solo de textura média. O teor de P nas plantas estava adequado nos solos arenoso e argiloso. No de textura média, ele diminuiu com o aumento da produção, caracterizando efeito de diluição. Com a produção relativa e o teor de P de cada solo, foi determinado o nível crítico de 38 mg/dm3 de P extraído por resina.

Palavras-chave


gramíneas forrageiras; adubação; nutrientes; matéria seca; análise de solo; textura do solo

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461