Estabilidade de isolados protetores contra Citrus tristeza virus em condições de campo

Alessandra Tenório Costa, William Mário de Carvalho Nunes, Carlos Alexandre Zanutto, Gerd Walter Müller

Resumo


O objetivo deste trabalho foi monitorar a manutenção da estabilidade de isolados protetores contra Citrus tristeza virus (CTV) em clones selecionados de laranja 'Pêra' (Citrus sinensis) pré-imunizados ou infectados naturalmente pelo vírus, após sucessivas propagações clonais. O trabalho foi realizado em condições de campo, no norte do Estado do Paraná. A análise do gene da capa protéica (GPC) de 33 isolados, coletados de 16 clones de laranjeira 'Pêra', foi realizada com o uso da técnica polimorfismo conformacional da fita simples (SSCP). Inicialmente, os isolados foram caracterizados por meio de sintomas de caneluras observados nos clones. Em seguida, o genoma viral foi extraído e utilizado como molde para a amplificação do GCP com uso da transcrição reversa da reação em cadeia da polimerase (RTPCR). Os perfis eletroforéticos dos produtos da RTPCR foram analisados alterações nos perfis dos isolados de CTV. Contudo, a estabilidade dos complexos protetores foi mantida, com exceção dos isolados presentes em dois dos clones analisados. Foi observada baixa variabilidade genética nos isolados durante os anos avaliados.

Palavras-chave


Citrus sinensis; proteção cruzada; pré-imunização; polimorfismo conformacional da fita simples; sintomas de caneluras

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461