Desempenho agronômico de soja cultivada em sucessão a espécies de cobertura de inverno

Fabio Henrique Krenchinski, Victor José Salomão Cesco, Danilo Morilha Rodrigues, Leandro Paiola Albrecht, Katle Samaya Wobeto, Alfredo Júnior Paiola Albrecht

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito de espécies de cobertura de inverno no desempenho agronômico de soja cultivada em sucessão, sob plantio direto. O trabalho foi realizado durante três safras (2011/2012, 2012/2013 e 2013/2014), com os seguintes cultivos de cobertura: aveia-branca (Avena sativa), aveia-preta (Avena strigosa), azevém (Lolium multiflorum), ervilhaca (Vicia sativa), nabo-forrageiro (Raphanus sativus), consórcio de aveia-preta + nabo-forrageiro e trigo (Triticum aestivum) como manejo-padrão. O nabo-forrageiro e o consórcio aveia-preta + nabo-forrageiro proporcionaram maiores percentagens de cobertura do solo após 30 dias do plantio, bem como produção de matéria seca nas três safras. Após 45 e 90 dias da dessecação, no entanto, a aveia-branca e o azevém apresentaram a maior taxa de cobertura do solo. A aveia-preta e o consórcio aveia-preta + nabo-forrageiro proporcionaram maior produtividade de soja que o manejo-padrão com trigo, nas safras de 2012/2013 e 2013/2014. As espécies de cobertura do solo afetam significativamente a produção de soja cultivada em sucessão, com destaque para a aveia-preta e o consórcio aveia-preta + nabo-forrageiro.


Palavras-chave


Glycine max; rotação de culturas; adubação verde; plantio direto; cobertura do solo

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461