Meta-análise da técnica de imunocastração (anti-GnRH) para bovinos machos em fase de terminação

Diego Soares Machado, Guilherme Joner, Lucas Braido Pereira, Luciana Pötter, Ivan Luiz Brondani, Dari Celestino Alves Filho

Resumo


O objetivo deste trabalho foi analisar os efeitos da imunocastração sobre o desempenho e a qualidade de carcaça de novilhos em terminação, em comparação à não castração e à castração cirúrgica. Analisaram-se dados de dez estudos, com registros de 1.261 bovinos machos. Os estudos incluídos na meta-análise continham, necessariamente, tratamentos com imunização ativa contra o hormônio liberador de gonadotrofinas. Cada estudo foi considerado como efeito aleatório no modelo estatístico utilizado. Os dados foram testados quanto à homogeneidade de variâncias e à normalidade dos resíduos, e, posteriormente, submetidos à análise de variância. As médias foram comparadas pelo teste t de Student. Os novilhos não castrados apresentaram maiores ganho de peso diário, eficiência alimentar, pesos ao abate e de carcaça quente, e área de olho de lombo, além de menor espessura de gordura que os castrados cirurgicamente e menores valores de a* e b*, para coloração da carne. No geral, os novilhos imunocastrados foram inferiores aos não castrados, mas superiores aos castrados cirurgicamente. Novilhos submetidos à imunocastração apresentam características de desempenho e de carcaça superiores aos castrados cirurgicamente, mas qualidade de carne similar.


Palavras-chave


métodos de castração; ganho de peso diário; gordura de cobertura; forest plot; qualidade de carne

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461