Linhagens de frangos caipiras criadas em sistema semi-intensivo em região de clima quente

Adélio Nunes Dias, Mônica Patrícia Maciel, Auriclécia Lopes de Oliveira Aiura, Cláudio Luiz Correa Arouca, Daiane Batista Silva, Vítor Hugo Santana de Moura

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o desempenho, as variáveis fisiológicas e o comportamento de cinco linhagens de frangos de corte caipiras criadas em sistema semi-intensivo, em região de clima quente. Utilizaram-se 400 aves, com idade inicial de 35 dias, em cinco tratamentos representados pelas linhagens caipiras: Pescoço Pelado, Vermelho Pesadão, Carijó, Master Griss e Colorido. Utilizou-se um delineamento inteiramente casualizado, com quatro repetições e 20 parcelas. Avaliaram-se desempenho (ganho de peso, consumo de ração e conversão alimentar), temperatura retal, frequência respiratória e comportamento. Não houve diferenças significativas entre as linhagens para desempenho e variáveis fisiológicas. Todas as linhagens apresentaram desconforto térmico e, com base nos comportamentos observados, notou-se uma adaptação à alta temperatura. As linhagens Pescoço Pelado, Vermelho Pesadão, Carijó, Master Griss e Colorido podem ser utilizadas para a criação em sistema semi-intensivo, em região de clima quente.

Palavras-chave


ambiência; avicultura alternativa; comportamento; desempenho

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461