Papel do carbono no solo no funcionamento da paisagem na bacia do Alto São Bartolomeu, na região do Cerrado

Ray Pinheiro Alves, Antonio Felipe Couto Junior, Eder de Souza Martins, Gabriela Bielefeld Nardoto

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o efeito do carbono no solo no funcionamento da paisagem em Latossolos sobre chapadas da bacia hidrográfica do Alto São Bartolomeu, na região do Cerrado do Brasil Central. A concentração de carbono orgânico no solo (COS), os estoques de carbono no solo, e algumas
características físicas e químicas do solo foram determinadas a 0–0,20 m de profundidade, em áreas nativas e antrópicas. Os solos de fragmentos de cerrado sentido restrito foram semelhantes física e quimicamente, tendo sido influenciados por Al3+ trocável e concentrações de COS, enquanto as matrizes antrópicas foram influenciadas por densidade do solo, pH, P disponível, e Ca2+ e Mg2+ trocáveis. A estimativa da distribuição
espacial do COS para áreas nativas e antrópicas apresentou R2 ajustado de 64,49%, com uso de estoques de carbono, e de 66,50%, com as concentrações de COS das áreas nativas e antrópicas. Estimar a concentração de COS a partir do solo e de feições da paisagem, por meio do uso de geotecnologias aplicadas aos índices de vegetação, é uma ferramenta potencial para avaliar a produtividade dos agroecossistemas, além de contribuir para estratégias de gestão mais adequadas em grandes escalas.

Palavras-chave


Cerrado brasileiro, plantio direto, Latossolo, pastagem, função de pedotransferência, índices de vegetação.

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461