Movimentação vertical do íon potássio em Neossolos Quartzarênicos sob cultivo com cana-de-açúcar

Fernando Ernesto Ucker, Alfredo Borges De-Campos, Luís Carlos Hernani, Jose Ronaldo de Macedo, Adoildo da Silva Melo

Resumo


O objetivo deste trabalho foi determinar a movimentação vertical do íon potássio em perfil de Neossolo Quartzarênico cultivado com cana-de açúcar. Foram realizados dois experimentos, em campo. O primeiro consistiu de uma avaliação da movimentação do íon no perfil do solo até 1,80 m de profundidade, por dois anos, em uma área cultivada com cana-de-açúcar e em outra sob cerrado. O segundo consistiu da avaliação do movimento do íon até a profundidade de 1,00 m, sob dois regimes hídricos: natural e controlado. No experimento sob condições controladas, as avaliações foram feitas em parcelas de 0,5 m2, delimitadas por chapas galvanizadas, com adição de 80 kg ha-1 de K2O seguida da adição de 1.200 mm de água. A área sob lavoura apresentou maior conteúdo de matéria orgânica do solo, maior pH e, consequentemente, maior capacidade de retenção do K+ nas camada superficiais do perfil do que a área de cerrado. Além disso, na área sob lavoura, a avaliação da disponibilidade de K+ ao longo do perfil do Neossolo avaliado foi influenciada pelo tipo de regime hídrico adotado (chuva natural ou controlada). Independentemente do uso do solo, o K+ apresenta rápida movimentação no perfil do solo.

Palavras-chave


Saccharum , adubação potássica, capacidade de retenção, lixiviação, solos frágeis, solos leves.

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461