Evolução de atributos físicos, químicos e biológicos em solo hidromórfico sob sistemas de integração lavoura-pecuária no bioma Pampa

Juliana dos Santos Carvalho, Roberta Jeske Kunde, Cristiane Mariliz Stöcker, Ana Cláudia Rodrigues de Lima, Jamir Luis Silva da Silva

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a evolução de atributos físicos, químicos e biológicos de um solo hidromórfico sob sistemas de integração lavoura-pecuária, no bioma Pampa. O estudo foi desenvolvido em área experimental manejada com sistema plantio direto desde 2006, no Município de Capão do Leão, RS, em um Planossolo Háplico eutrófico típico. Três áreas foram utilizadas, com os seguintes tipos de manejo: área de lavoura sem pastejo; área de integração lavoura-pecuária (ILP), com soja e milho alternados em sucessão à pastagem de inverno; e campo nativo pastejado. As coletas de solo foram realizadas em duas épocas, em todas as áreas, às camadas de 0,00–0,05, 0,05–0,10 e 0,10–0,20 m profundidade, para análises dos seguintes atributos do solo: físicos, macroporosidade, microporosidade e densidade; químicos, carbono orgânico total, nitrogênio total e relação carbono/nitrogênio; e biológicos, diversidade e abundância da macrofauna edáfica. Na área com pastejo, a macroporosidade aumentou ao longo do tempo. A densidade do solo diminuiu na camada 0,00–0,05 m, enquanto o carbono orgânico total aumentou na camada de 0,10–0,20 m, em todas as áreas. O sistema de integração lavoura-pecuária favorece a abundância e a diversidade da fauna edáfica do solo.


Palavras-chave


áreas de várzea, fauna edáfica, Planossolo Háplico, plantio direto, qualidade do solo, terras baixas.

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461