Embriogênese nucelar em óvulos abortivos de laranja 'pera' cultivados in vitro

Moacir Pasqual, Akihiko Ando, Oto Jesu Crócomo

Resumo


Existem sérios obstáculos, como apomixia, esterilidade gamética e incompatibilidade ao melhoramento genético das espécies cítricas. Óvulos abortivos da laranja 'Pera' (Citrus sinensis Osb.) foram extraídos de (ratos em diferentes fases de desenvolvimento (desde antes da antese até o fruto com aproximadamente 3 cm de diâmetro) e cultivados em meio "MS". Constatou-se tendência de maior número de embrióides/óvulo a partir da fase em que o fruto apresentou 1,62 cm x 1,60 cm. Óvulos de frutos com 3 cm de diâmetro e pseudobulbilhos obtidos a partir de óvulos abortivos foram inoculados em meio "MS", acrescido de inúmeras substâncias promotoras do crescimento. Os índices embriogênicos mais elevados em óvulos abortivos foram observados na presença de substâncias orgânicas complexas (caseína hidrolizada, extrato de malte, água de coco e extrato de levedura). O desenvolvimento de pseudobulbilhos não foi influenciado pela adição de substâncias de crescimento ao meio "MS".


Palavras-chave


cultura de tecidos; embriogênese somática; calos; citros

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461