Efeito do tipo de instalação no desempenho de leitões

Carlos Roberto V.M. Pacheco, Valdomiro Costa, Aloízio Soares Ferreira, José Renaldi F. Brito

Resumo


Foram utilizados 420 leitões, em dois experimentos, para comparar a eficiência de baias contendo divisórias de concreto pré-moldadas e piso de concreto parcialmente ripado, e gaiolas metálicas suspensas contendo divisórias e piso de arame galvanizado trançado. O peso médio inicial foi de 8,5 kg e o final, de 26 kg. No primeiro experimento, o ganho diário de peso e a conversão alimentar dos mestiços Landrace X Large White, alojados nas baias e nas gaiolas, foram semelhantes (506 g e 1,84 versus 499 g e 1,83, respectivamente). No segundo experimento, os leitões Landrace X Large White também apresentaram desempenho não estatisticamente diferentes (P>0,05), semelhantes nos dois tipos de instalação (549 g e 1,79 versus 543 g e 1,84). No entanto, os leitões Landrace mantidos nas baias apresentaram menor ganho diário de peso (497 versus 552 g) do que aqueles que foram mantidos nas gaiolas. A diferença na conversão alimentar dos leitões Landrace (1,88 versus 1,80), em virtude do tipo de instalação, não foi estatisticamente significativa (P>0,05). Foi necessário eliminar 4,76% dos leitões das baias e 1,90% dos leitões das gaiolas, por terem apresentado paralização no crescimento, ou mesmo perda de peso. A diferença no número de leitões eliminados dos dois tratamentos não foi significativa (P>0,05). A análise econômica revelou que o custo por leitão criado nas gaiolas foi 2,38 vezes maior do que o calculado para os leitões das baias.


Palavras-chave


baias; gaiolas

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461