Herdabilidade da idade ao primeiro parto de vacas da raça Canchim

Mauricio Mello de Alencar, Edgar Archimedes Beolchi, José Ladeira da Costa, Paulo Gastão da Cunha

Resumo


Foram estudadas as idades ao primeiro parto de 233 vacas 5/8 Charolês -3/8 Zebu e 266 vacas Canchim, criadas nas fazendas São Jorge e Guará, situadas, respectivamente, nos municípios de Cedral e Guzolândia, no Estado de São Paulo. Os modelos estatísticos utilizados nas análises de variância incluíram os efeitos fixos de ano e mês de nascimento da vaca e sexo do bezerro, além dos efeitos aleatórios do pai da vaca. Nenhum dos efeitos influenciou significativamente a idade ao primeiro parto das vacas. As médias estimadas ao primeiro parto foram de 1003,83 ± 12,43 dias (33,00 ±0,41 meses) e 1022,54 ± 12,99 dias (33,62 ± 0,43 meses), respectivamente para as vacas 5/8 Charolês - 3/8 zebu e Canchim - As estimativas de herdabilidade, obtidas pela correlação intraclasse entre meias-irmãs paternas foram, na mesma ordem, -0,066 ± 0,042 e -0,032 ± 0,108, indicando que, nas condições do presente trabalho, o progresso genético pela seleção deve ser praticamente nulo.


Palavras-chave


vacas mestiças; Charolês-Zebu; nascimento; sexo do bezerro

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461