Correlações entre médias de híbridos F1 e medias parentais em tomate

Wilson A. Maluf, João E.C. Miranda, Célia M.T. Cordeiro

Resumo


Em cruzamento dialélico de seis cultivares de tomate (Lycopersicon esculentum Mill), a heterose específica foi mais importante para produção de frutos comerciáveis (PFC) do que para suas componentes peso médio (PMFC) e número de frutos comerciáveis (NFC). Os coeficientes de correlação entre médias de híbridos F1 e médias parentais foram maiores para PMFC e NFC do que para PFC. O produto das médias parentais de PMFC e NFC pode ser utilizado para estimar a PFC dos híbridos com mais eficiência do que a PFC média parental propriamente dita.


Palavras-chave


Lycopersicon esculentum Mill.; heterose; vigor híbrido; previsão; genética quantitativa; melhoramento

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461