Presença de Clostridium em silagem de milho colhido em diferentes estádios de desenvolvimento

Hugo Tosi, Ruben Ruben Schocken Iturrino, José Paulo Ravazzi

Resumo


O milho (Zea mays L.) foi ensilado em sacos de polietileno em cinco diferentes estádios de maturidade e de umidade com o objetivo de determinar o número de esporos de bactérias do gênero Clostridium presentes. Paralelamente, foram determinados os parâmetros químicos de avaliação das silagens: teor de proteínas, matéria seca, umidade, pH e NH3/N. Pelos resultados obtidos concluiu-se que o milho apresentou teor ótimo de matéria seca para ensilagem (35%) entre 15 e 16 semanas após o plantio, no estádio de grãos farináceos. A elevada acidez da massa ensilada (pH = 3,96 - 4,10) foi responsável pela inibição da germinação dos esporos de Clostridium sp. presentes. O número de esporos viáveis na massa ensilada diminuiu à medida que aumentou o teor de matéria seca, com coeficiente de correlação (r = - 0,7949**) estatisticamente significativo.


Palavras-chave


sacos de polietileno; esporos; matéria seca; grãos farináceos; Zea mays L.

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461