Quantidade ótima econômica de nitrogênio usado em capim-pangola e sua determinação pelo preço relativo atualizado do fator

Pedro Afonso Almeida de Salles, José Otávio Neto Gonçalves

Resumo


Realizou-se a análise econômica do efeito do fertilizante nitrogenado sobre uma pastagem de capim-pangola (Digitaria decumbens Stent). Na primeira fase estimou-se a curva de resposta com base em um experimento de campo conduzido durante quatro anos, e no qual esta gramínea foi submetida a cinco diferentes níveis de nitrogênio (0, 100, 200, 300, 400 kg/ha/N). A equação selecionada por regressão foi um polinômio do segundo grau: Y = 2289,23 + 52,45 N - 0,0784 N2, onde Y é a produção em kg por ha e N é a quantidade de nitrogênio em kg/ha. Na segunda fase, os resultados da análise econômica mostram que o produtor de carne atinge a máxima eficiência econômica (M.E.E.) em outubro de 1981, com 157 kg/ha/ano de N, enquanto que o produtor de leite obtém a M.E.E. com 249 kg/ha/N. Atinge-se a máxima eficiência técnica (M.E.T.) com 333 kg/ha/ano de N. Com o objetivo de que a análise seja sempre atual, foram determinados os níveis de N para atingir a M.E.E., a qualquer preço deste fator de produção em relação aos produtos de pecuária, carne e leite, pois cabe, por último, ao produtor, decidir, entre diversas alternativas, qual é a mais viável em suas condições e preços.


Palavras-chave


análise econômica; máxima eficiência econômica; curva de resposta; função de produção; máxima eficiência técnica

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461