Flutuação populacional da cigarrinha-verde em cultivares de feijoeiro em Minas Gerais

Lenira Viana Costa Santa Cecília, Ângela de Fátima, Barbosa Abreu

Resumo


O objetivo deste trabalho foi estudar a flutuação populacional da cigarrinha-verde (Empoasca kraemeri Ross & Moore 1957), em 18 cultivares de feijoeiro (Phaseolus vulgaris L.), em três locais do sul de Minas Gerais, nos períodos da seca e das águas. Foram efetuadas contagens de ninfas aos 20, 48 e 70 dias após o plantio. Os resultados demonstraram que a maior população de ninfas se deu aos 70 dias, exceto em Lavras (48 dias). A maior densidade foi verificada na cultivar Palmital Precoce. Nos períodos da seca houve maior incidência da praga, sendo Careaçu o local de maior ocorrência.


Palavras-chave


Phaseolus vulgaris; Empoasca kraemeri

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461