Estudo preliminar sobre a diagnose foliar do sorgo sacarino

C.A. Rosolem, E. Malavolta

Resumo


Têm sido obtidos bons resultados para a diagnose foliar do sorgo granífero quando é amostrada uma folha da altura mediana da planta, na época do emborrachamento. No presente trabalho, foi feita amostragem semelhante em plantas de duas variedades de sorgo sacarino (Brandes e Rio), cultivadas em dois solos (Latossolo Roxo e Latossolo Vermelho-Escuro textura média), onde foram aplicados três níveis de N, P e K, e cultivadas em solução nº 1 de Hoagland e Arnon em três níveis de diluição. Os resultados obtidos permitiram concluir que, em condições de casa de vegetação, com solução nutritiva, poderiam ser considerados normais para o sorgo sacarino os seguintes teores médios de nutrientes nas folhas medianas da planta, na época do emborrachamento: 3,20% de N, 0,80 a 0,95% de P, 2,60 a 3,10% de K, 0,45 a 0,65% de Ca, 0,45 a 0,52% de Mg, 9 a 10 ppm de Cu e 48 a 54 ppm de Mn. A amostragem utilizada para a diagnose foliar parece detectar apenas grandes diferenças nos teores de nutrientes no substrato, não se mostrando, porém suficientemente sensível nas condições de campo.


Palavras-chave


sorgo granífero; solos; nutrição mineral

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461