Influência da dieta no número e duração dos instares da Phthorimaea operculella

Maurízia de Fátima Carneiro, Armando Antunes de Almeida

Resumo


Foi estudado o comportamento alimentar das larvas da Phthorimaea operculella (Zeller, 1873) (Lepidoptera, Gelechiidae) em três dietas constituídas por folhas de batatinha (Solanum tuberosum L.), da cultivar Bintje, e por folhas das cultivares Burley e Amarelinho de tabaco (Nicotiana tabacum L.). As larvas usadas neste experimento foram obtidas em laboratório, e logo após a eclosão foram separadas em três lotes, cada um contendo 110 larvas do primeiro ínstar. As larvas da P. operculella apresentaram quatro instares para as três dietas estudadas e a duração do período larval, para machos e fêmeas, também foi determinada; a maior mortalidade larval foi observada no primeiro ínstar. Verificou-se a existência de uma correlação linear entre a idade e o comprimento da larva e uma correlação linear entre a idade e o peso da larva, para cada dieta estudada. Dentre os parâmetros usados para o estudo do comportamento alimentar da P. operculella, somente o comprimento médio das larvas de doze dias de idade apresentou diferença significativa, sugerindo que as dietas não afetaram o desenvolvimento desta espécie.


Palavras-chave


Solanum tuberosum L.; Nicotiana tabacum L.; larvas; biologia

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461