Fatores que afetam o grau de diarréia em bezerros da raça Canchim

Mauricio Mello de Alencar, Antonio Pereira de Novaes, Francisco José de Ruzza

Resumo


Verificaram-se os efeitos de alguns fatores sobre o grau de diarréia de 245 bezerros nascidos em 1982, e de 178 bezerros nascidos em 1983, em um rebanho de gado Canchim. O grau de diarréia foi classificado como: ausência de diarréia, diarréia branda e diarréia forte. A ordem de parição da vaca afetou (P < 0,01) somente o grau de diarréia dos bezerros nascidos em 1983. Os bezerros filhos de vacas primíparas foram os que apresentaram maior grau. O sexo, a cor da pelagem, e o peso ao nascimento do bezerro não apresentaram qualquer efeito, enquanto os efeitos linear e quadrático do dia de nascimento apresentaram-se altamente significativos (P < 0,01). O menor grau de diarréia ocorreu nos bezerros nascidos em julho. As medidas dos tetos (comprimento e circunferência) e a produção de leite das vacas não influenciaram o grau de diarréia, o mesmo ocorrendo com a quantidade de anticorpos presentes no sangue da vaca e do bezerro. Alta correlação positiva entre anticorpos no sangue do bezerro e medidas dos tetos da vaca sugerem que maiores estudos deveriam ser desenvolvidos nesta área.


Palavras-chave


dia de nascimento; ordem de parto; produção de leite; medidas de teto; anticorpos

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461