Deficiências minerais de bovinos na sub-região dos Paiaguás, no Pantanal Mato-grossense. I. Cálcio, fósforo e magnésio

Paulo A. R. de Brum, Júlio C. de Sousa, José A. Comastri Filho, Irajá L. de Almeida

Resumo


Realizou-se um levantamento das deficiências de cálcio (Ca), fósforo (P) e magnésio (Mg) no solo, nas forrageiras e tecidos animais, em quatro épocas do ano, na sub-região dos Paiaguás, no Pantanal Mato-grossense. O Ca no solo, independentemente de unidade geomórfica e espécies forrageiras, variou durante o ano de 0,057 a 0,170 meq/100 g de solo, nas forrageiras de 0,13% a 0,24%, no osso 33,67% a 36,88%, P no solo de 1,6 ppm a 5,16 ppm, nas forrageiras de 0,07% a 0,15%, no soro sanguíneo de 2,59 a 4,38 mg/100 ml de soro, no osso de 14,12% a 16,64%; Mg no solo de 0,032 a 0,055 meq/100 g de solo nas forrageiras de 0,07% a 0,12%, no soro sanguíneo de 1,35 a 2,86 mg/100 ml de soro e no osso de 0,42% a 0,55%. As concentrações de minerais verificadas nos solos, forrageiras e nos tecidos animais determinaram com que os animais apresentassem deficiência de P nas quatro épocas estudadas, Ca em uma época e Mg em três épocas.


Palavras-chave


macroelementos; solo; forrageiras nativas; tecido animal; época

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461