Substituição da torta de algodão por feno de leguminosas em rações baseadas em restolho da cultura do milho para ovinos em confinamento

Ederlon R. de Oliveira, Nelson N. Barros, Thomas W. Robb, William L. Johnson, Kant P. Pant

Resumo


Dois experimentos usando ovinos deslanados testaram a substituição da torta de algodão por feno de leguminosas em rações com restolho da cultura do milho. No primeiro experimento, foi usada uma ração-base de 51% restolho do milho, 28% torta de algodão, 20% milho e 1% sal, na qual a torta de algodão foi substituída por 5%, 10%, e 15% de feno de mata-pasto (Cassia sericea), enquanto um lote-testemunha era mantido em pastoreio. Os animais confinados ganharam 95, 106, 103 e 93 gramas/cabeça/dia (P>0,05), para as rações com 0%, 5%, 10% e 15% de mata-pasto, respectivamente. Os animais em pastoreio perderam 11 gramas/cabeça/dia (P<0,05). No segundo  experimento, a tona de algodão foi parcialmente (50%) ou totalmente substituída por fenos de mata-pasto ou cunhã (Clitoria ternatea), enquanto os ovinos em pastoreio receberam  suplementação de 200 gamas de milho/cabeça/dia. Com exceção do tratamento onde a torta de algodão foi totalmente substituída por feno de mata-pasto, os outros tratamentos com animais confinados apresentaram ganhos acima de 100 gramas/cabeça/dia, superiores (P<0,01) aos dos animais em pastoreio, que ganharam 42 gramas. Os resultados indicam ser possível a substituição da torta de algodão por feno de mata-pasto em níveis de até 50%, podendo essa substituição ser total quando for utilizada a leguminosa cunhã.


Palavras-chave


ovinos deslanados; Clitoria ternatea; Cassia sericca; cunhã; mata-pasto; estação seca

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461