Avaliação agronômica da beterraba açucareira e forrageira

Henrique Pereira dos Santos, Júlio Cesar B. Lhamby

Resumo


Num período de quatro anos de experimentação na EMBRAPA/CNPT, várias cultivares de beterraba (Beta vulgaris L.) foram testadas, mostrando boa adaptação no Planalto Rio-grandense. O rendimento médio de raiz obtido (34 t/ha) e o teor de açúcar (16,4%) foram próximos e superiores aos dos países tradicionalmente produtores, respetivamente, 30 t/ha e 15%. Em face disto, a beterraba pode ser considerada como boa opção para a produção de álcool nesta região. O rendimento médio estimado foi de 2.771 litros/ha.


Palavras-chave


competição de cultivares; Beta vulgaris

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461