Influência da idade de desmama no desenvolvimento de bezerras no pantanal Mato-grossense

Paulo A. R. de Brum, Irajá L. de Almeida, Rymer R. Tullio, José A. Dias da C. Aroeira

Resumo


O estudo foi realizado no Pantanal Mato-grossense, com o objetivo de determinar a influência da idade de desmama no desenvolvimento de bezerras na fase de recria, em regime de pasto nativo. Foram utilizadas 88 unidades experimentais divididas em três ensaios experimentais com suplementações minerais diferentes. Cada ensaio foi composto por três tratamentos (seis, oito e dez meses de idade de desmama) num arranjo inteiramente casualizado. Não foram determinadas diferenças significativas nos três ensaios experimentais, entre os tratamentos (idades de desmama) no que se refere aos pesos médios alcançados aos 18 meses de idade. E possível concluir ser viável a desmama aos seis meses de idade em campos nativos, a partir da metade do período das cheias quando houver razoável quantidade e qualidade de pastagem associada a prática de everminação pós-desmama. Como não houve diferenças significativas nos pesos médios aos 18 e 24 meses de idade, é possível supor não existir influência da idade de desmama na idade à primeira cria.


Palavras-chave


idade à desmama; manejo de bezerras; suplementação mineral

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461