Influência de portes de cultivares, número de capinas e épocas de colheita sobre a incidência de plantas daninhas e produção de grãos de milho

José Américo Conde Santos, Marco Antonio de Andrade, Luiz Antonio de B. Andrade, Agostinho Roberto de Abreu

Resumo


Com o objetivo de se estudar a influência de portes de cultivares, número de capinas e épocas de colheita sobre a incidência de plantas daninhas e produção de grãos de milho, foi conduzido um experimento na Escola Superior de Agricultura de Lavras, Estado de Minas Gerais, num solo Latossolo Vermelho-Amarelo. O delineamento experimental utilizado foi o de blocos casualizados em esquema de parcelas subdivididas, com quatro repetições. Foram testados portes de cultivares de milho (Ag-301, C-111 e Piranão VD-2), número de capinas (0,1 e 2) e épocas de colheita (150, 180 e 210 dias). Observou-se que maiores infestações de plantas daninhas ocorreram em áreas plantadas com a 'Piranão VD-2'; que o maior valor para produção de grãos foi atingido com a 'AG-301 '; que a incidência de plantas daninhas não foi influenciada pelas épocas de colheita do milho.


Palavras-chave


'Ag-301'; 'C-111'; 'Piranão VD-2'

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461