Testes precoces de produção na seleção de plantas de seringueira

José Raimundo Bonadie Marques, Paulo de Souza Gonçalves

Resumo


Estudou-se a relação entre o miniteste de produção (MTP), teste Hamaker- Morris-Mann (HMM) e sangrias regulares anuais, como objetivo de verificar aeficiência do MTP na seleção de ortetes e rametes de seringueira (Hevea spp.) do programa de Melhoramento Genético conduzido na Estação Experimental Djalma Bahia em Una, BA. Os testes foram realizados em dois experimentos distintos: o primeiro, com 43 clones, cujos ortetes foram previamente selecionados com base no MTP e aos quatro e sete anos foram submetidos ao HMM e à sangria definitiva, respectivamente; o segundo, 43 clones foram avaliados com um ano de idade através do MTP. Nove anos depois, foram submetidos à sangria por cinco anos consecutivos. Da análise dos resultados não se evidenciou qualquer correlação com o MTP, embora o HMM e produções regulares anuais fossem altamente correlacionados, indicando a possibilidade de seleção aos quatro anos de idade. Uma análise criteriosa das correlações entre produções regulares anuais nos permite concluir que: a seleção para produção de látex é possível logo nos primeiros anos de avaliação produtiva dos clones em estudo.


Palavras-chave


Hevea; clones; ortetes; rametes; correlação linear simples; regressão.

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461