Densidade de plantio de palmiteiro em consórcio com seringueiras

Marilene Leão Alves Bovi, Gentil Godoy Júnior, Violeta Nagai, Mário Cardoso

Resumo


Foi estudado o comportamento de palmeiras da espécie Euterpeedulis Mart. quando em cultivo sob seringueiras (Hevea brasiliensis Muell. Arg.) adultas, em produção, nas condições da Ubatuba, SP. O delineamento empregado foi o de blocos ao acaso, com cinco densidades de plantio, quatro repetições e 32 plantas por parcela. A produção foi avaliada pelo peso, diâmetro e comprimento do palmito colhido dez anos após o início do experimento. Procurou-se estabelecer relações entre nove caracteres de desenvolvimento vegetativo da planta com outros cinco referentes ao palmito, visando à indicação de variáveis a serem utilizadas na seleção de material genético superior de palmiteiro. Os resultados indicaram que a produção média de palmito por planta apresentou diferenças estatisticamente significativas entre as diversas densidades de plantio, variando, em média, de 133,02 a 413,60 g para os espaçamentos 1 m x 1 m e 2 m x 2 m, respectivamente. A produção por área variou de 1.033 a 1.612 kg/ha, havendo uma diminuição linear significativa com o aumento da área por planta. Dentre os caracteres não destrutivos estudados, a circunferência da planta a 130cm de altura do solo (CAP) mostrou-se como a melhor variável correlacionada com a produção em palmito.


Palavras-chave


Euterpe edulis; Hevea brasiliensis; desenvolvimento vegetativo e produção; material genético.

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461