Correlações fenotípicas envolvendo períodos de floração e rendimento em diferentes linhagens de algodoeiro herbácio

Luiz Paulo de Carvalho, José de Alencar Nunes Moreira

Resumo


Um dos objetivos perseguidos no melhoramento genético do algodoeiro anual do Nordeste (Gossypium hirsutum L. r. latifolium Hutch) é a rápida frutificação e um dos métodos utilizados para medir esta característica em progênies é a contagem diária de flores por um período de vinte dias, supondo-se que quanto maior o número de flores neste período mais rápida será a frutificação. O total de flores em vinte dias é chamado T20 . No presente trabalho foram investigadas as correlações fenotípicas entre pequenos intervalos de floração fracionados dentro de T20, e entre estes intervalos com T20 e rendimento, com a finalidade de determinar, dentre os vinte dias, pequenos intervalos de contagem que tenham a mesma eficácia que a contagem durante vinte dias, facilitando o processo de avaliação da rápida frutificação. Foram utilizadas progênies F3 oriundas de cinco cruzamentos entre cultivares precoces. Ficou evidenciado que há intervalos de floração entre os vinte dias que se relacionam bem com o total de flores neste período e que são baixas as correlações de T20 com rendimento, apesar de significativas


Palavras-chave


Gossypium hirsutum; precocidade; melhoramento de algodão

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461