Patogenicidade do fungo Metarrhizium anisopliae (Metsch.) Sorok. para pupas e adultos de Apanteles flavipes (Cam.)

Maria Elisabete G. Folegatti, Sérgio Batista Alves, Paulo Sérgio Machado Botelho

Resumo


A presente pesquisa visou estudar o nível de patogenicidade do fungo Metarrhizium anisopliae (Hyphomycetes: Moniliales) ao braconídeo Apanteles flavipes (Hymenoptera Braconidae) nas fases de pupa e adulto, uma vez que ambos têm sido utilizados conjuntamente para o controle de pragas da cana-de-açúcar. Aplicaram-se suspensões de M. anisopliae contendo 107 conídios viáveis/ml nas paredes de recipientes de vidro onde foram liberados adultos de A.flavipes recém-emergidos. Os resultados obtidos demonstraram que o patógeno foi capaz de causar mortalidade próxima a 43% nos adultos. Por outro lado, a aplicação do fungo em pupas de A. flavipes não demonstrou ser prejudicial, obtendo- se emergência de adultos superior a 80%. Portanto, a aplicação simultânea desses dois agentes em programas de manejo integrado de pragas deve ser feita com cuidado, procurando-se evitar a aplicação do fungo nos períodos de liberação dos adultos do parasitóide


Palavras-chave


cana-de-açúcar; conídios; patógeno; manejo integrado de pragas

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461