Manejo de capim pé‑de‑galinha em lavouras de soja transgênica resistente ao glifosato

André da Rosa Ulguim, Leandro Vargas, Dirceu Agostinetto, Taísa Dal Magro, Nixon da Rosa Westendorff, Marcelo Timm Holz

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a resistência de capim pé‑de‑galinha (Eleusine indica) ao glifosato, em lavouras de soja transgênica; avaliar o efeito de aplicações de glifosato em diferentes estádios de desenvolvimento; identificar práticas agronômicas associadas à seleção de biótipos resistentes; e avaliar a eficiência dos herbicidas cletodim, fluazifope‑P‑butílico, clomazona, glufosinato de amônio e glifosato nas plantas resistentes. Plantas escapes ao tratamento com glifosato foram coletadas em 24 propriedades, no Rio Grande do Sul. As plantas foram cultivadas em casa de vegetação, tendo-se avaliado a sua resistência ao glifosato. Os acessos resistentes foram selecionados e avaliados quanto ao efeito da aplicação do glifosato em diferentes estádios de crescimento e quanto à sensibilidade aos herbicidas. Foi aplicado um questionário aos produtores para identificação das práticas agronômicas associadas às falhas no controle. O controle de E. indica pelo glifosato é mais efetivo com a aplicação em estádios iniciais de desenvolvimento. Práticas agronômicas, como uso contínuo de baixas doses do herbicida, aplicação em estádios de desenvolvimento avançados das plantas daninhas (mais de um afilho) e a ausência de rotação de culturas foram relacionadas
às falhas de controle observadas. Os herbicidas cletodim, fluazifope‑P‑butílico e glufosinato de amônio são alternativas eficientes para o controle de E. indica.

Palavras-chave


Eleusine indica; Glycine max; dosagem; eficiência de controle; estádio fenológico; resistência ao glifosato; roundup ready.

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461