Resistência simples e múltipla a vírus em genótipos de caupi

José Albersio Araujo Lima, Ana Kelly Firmino da Silva, Maria do Livramento Aragão, Nádia Rutielly de Araújo Ferreira, Elizita Maria Teófilo

Resumo


O objetivo deste trabalho foi identificar novas fontes de resistência simples e múltiplas em genótipos de feijoeiro caupi (Vigna unguiculata) a isolados de Cowpea severe mosaic virus (CPSMV), Cowpea aphid-borne mosaic virus (CABMV) and Cucumber mosaic virus (CMV). Trinta e três genótipos do Banco de Germoplasma da Universidade Federal do Ceará foram classificados quanto a sua resistência a quatro isolados de CPSMV, dois de CABMV e um de CMV. Após 25 dias da primeira inoculação dos isolados, todas as plantas que sofreram inoculação, incluindo as assintomáticas, foram testadas por meio de sorologia. Os genótipos foram classificados como: imune, plantas assintomáticas e sorologia negativa; resistentes, plantas com mosaico leve e sorologia positiva; suscetível, plantas com mosaico e sorologia positiva; altamente suscetível, plantas com mosaico severo, outros sintomas sistêmicos, como necrose sistêmica, e sorologia positiva. Foram identificadas fontes de resistência simples e múltipla às viroses, nos genótipos avaliados; no entanto, nenhum deles apresentou imunidade múltipla aos três vírus. Quatro genótipos apresentaram imunidade aos isolados de CPSMV, dois aos isolados de CABMV e dois ao CMV. Onze genótipos apresentaram resistência múltipla a dois vírus, o que possibilita o desenvolvimento de novas cultivares com resistência mais abrangente e estável. Os genótipos Purple Knuckle Hull-55, MNC-03-731C-21 e CNCx284-66E mostram resistência ao CABMV, mesmo após a inoculação do CMV.

Palavras-chave


Cowpea aphid-borne mosaic virus; Cowpea severe mosaic virus; Cucumber mosaic virus; Vigna unguiculata; sorologia; controle de vírus

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461