Enzimas marcadoras de indução de resistência diferencialmente reguladas em soja resistente e suscetível à ferrugem‑asiática‑da‑soja

Hebréia Oliveira Almeida, Meire de Oliveira Barbosa, Ana Ermelinda Marques, Tânus Henrique Abdalla Pereira, Marcos Jorge Magalhães Júnior, Nayara Gusmão Tessarollo, Patrícia Dias Games, Everaldo Gonçalves de Barros, Renata Stolf-Moreira, Francismar Corrêa Marcelino-Guimarães, Ricardo Vilela Abdelnoor, Paulo Roberto Gomes Pereira, Maria Cristina Baracat-Pereira

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar, por meio de enzimas marcadoras, a indução de resistência à ferrugem‑asiática‑da‑soja em genótipos de soja contrastantes quanto à suscetibilidade a Phakopsora pachyrhizi. A proteína total e as atividades de cinco enzimas marcadoras da indução de resistência (lipoxigenases, peroxidases, fenilalanina amônia‑liase, quitinases e β‑1,3‑glucanases) foram avaliadas em extratos de folhas de plantas de soja dos genótipos Embrapa 48 (suscetível) e PI 561356 (resistente), submetidas à inoculação ou não com o patógeno. Foram observadas respostas de defesa discrepantes entre os dois genótipos e entre os tempos de coleta (12, 72 e 168 horas após inoculação). A resposta de indução dessas enzimas assemelha-se à defesa bifásica, para Embrapa 48, e é consistente com o observado para outros patossistemas. No entanto, o genótipo PI 561356 respondeu com diminuição da concentração de proteína total e das atividades enzimáticas, o que indica redução
do metabolismo geral das plantas infectadas. Há um importante mecanismo de resistência do genótipo PI 561356, ainda não relatado, embasado em vias que envolvem essas enzimas marcadoras e em mecanismos que utilizam menor concentração de proteínas, como os de via metabólica de resposta em cascata.

Palavras-chave


Glycine max; Phakopsora pachyrhizi; atividade enzimática; mecanismos de defesa; resistência sistêmica; resposta em cascata

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461