Armadilha de baixo custo para monitoramento de Cerambycidae em plantações florestais no Brasil

Flávio Lemes Fernandes, Marcelo Coutinho Picanço, Mateus Chediak, Maria Elisa Sena Fernandes, Rodrigo Soares Ramos, Suzana de Sá Moreira

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar o uso de uma armadilha de baixo custo, para capturar Cerambycidae em diferentes épocas do ano, em florestas cultivadas no Brasil. Foram utilizadas 30 armadilhas de garrafas de polietileno-tereftalato por hectare, posicionadas a cada 50 m. As armadilhas eram de cor vermelha e continham frascos de vidro com mistura de etanol, metanol e benzaldeído. Na parte inferior da armadilha, havia água e sabão. A cada duas semanas, as armadilhas foram verificadas quanto à presença de besouros. O tempo de amostragem necessário foi de 1 min por amostra e as armadilhas foram de fácil manuseio. O custo total de amostragem, incluindo materiais e mão de obra, foi de US$ 13,46 por amostra. Seis espécies de Cerambycidae foram capturadas nas estações secas e chuvosas.

Palavras-chave


manejo integrado de pragas; monitoramento de pragas; custo de amostragem; broca de madeira

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461