Análise combinatória de populações de milho pipoca em topcrosses

Adilson Luiz Seifert, Valéria Carpentieri-Pípolo, Josué Maldonado Ferreira, Antônio Carlos Gerage

Resumo


O objetivo deste estudo foi avaliar, por meio de topcrosses, o potencial heterótico de 14 populações de milho pipoca. No ano agrícola 1997/1998, foram obtidos os híbridos topcrosses resultantes dos cruzamentos das populações com o testador, que se constituiu da mistura eqüitativa de sementes de todas as 14 populações. No ano agrícola 1999/2000, as populações e os híbridos foram avaliados em dois experimentos, em delineamento de blocos ao acaso, com três repetições. Foram estimados os parâmetros genéticos, e realizadas as análises de variância dos topcrosses e das populações. Com base nos resultados da capacidade geral de combinação das populações avaliadas nos topcrosses, para os caracteres produtividade e capacidade de expansão, foram selecionadas, para formar o composto amplo, as populações genitoras UEL SI, UEL PAP, UEL ZP, UEL PP, CMS 43 e RS 20. Esse composto apresenta maior potencial para uso como população base no melhoramento.

Palavras-chave


Zea mays everta; capacidade de expansão; heterose; capacidade geral de combinação

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461