Secagem de sementes de soja em silo com distribuição radial do fluxo de ar. I. Monitoramento físico

Luiz Carlos de Oliveira Sales, Walter Rodrigues da Silva, Cláudia Cavariani

Resumo


O trabalho foi desenvolvido com o objetivo de avaliar a evolução física do processo de remoção de água das sementes em secador estacionário, com cilindro central perfurado e distribuição radical de ar. A pesquisa foi conduzida com sementes de soja, variando o fluxo (26,9, 28,4 e 33,2 m3/minuto/t) e a temperatura do ar insuflado (42, 46 e 50oC), considerando a posição das sementes (17, 34 e 51 cm em relação ao cilindro de insuflação) e o tempo de secagem (zero a doze horas, com intervalos de duas horas). Foram caracterizados o ar ambiente, o ar insuflado, as temperaturas e os teores de água da massa, as velocidades e curvas de secagem. As avaliações realizadas destacaram vantagens físicas operacionais da combinação de 28,4 m3/minuto/t com 46oC e o contrário, com a combinação de 26,9 m3/minuto/t com 42oC.


Palavras-chave


processamento; desidratação

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461