Análise da produção de grãos e taxa de absorção mineral na soja cultivada em solo ácido dos cerrados Brasileiros

Carlos Roberto Spehar

Resumo


A presença de alumínio e reduzidos níveis de cálcio abaixo da camada arável do solo são fatores que ameaçam a sustentabilidade agrícola nos cerrados brasileiros. Esses fatores limitantes agravam o efeito de estresses hídricos, por reduzir o crescimento radicular em profundidade nas plantas cultivadas, e resultam na instabilidade produtiva. Identificou-se o modo de herança da produção de grãos e a taxa de absorção de nutrientes em soja [Glycine max (L.) Merrill], com cruzamento dialélico entre nove cultivares, sob baixa e elevada disponibilidade de alumínio. As diferenças entre os genótipos mostraram-se mais evidentes nesta última, pelo agrupamento dos respectivos híbridos no dialelo. Grande proporção da variância genética para a produção de grãos e taxa de absorção mineral é devida a efeitos aditivos. A elevada herdabilidade sugere a possibilidade de selecionar por produtividade em presença dos estresses minerais nos cruzamentos entre genótipos tolerantes, com o uso dos métodos genealógico modificado, teste em gerações iniciais e seleção recorrente.


Palavras-chave


alumínio; cálcio; variedade; aditivo; dominância; melhoramento genético

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461