Análise de estabilidade de cultivares pelo modelo bi-segmentado descontínuo: grupos de experimentos não balanceados

Lindolfo Storck

Resumo


Nos experimentos com cultivares em diferentes ambientes, muitas vezes algumas cultivares não ocorrem em todos os ambientes, resultando em grupos de experimentos não balanceados. A análise da variância e de estabilidade fenotípica pelo modelo bi-segmentado descontínuo, com correções devido aos erros nas variáveis, para o caso não balanceado, é apresentado neste trabalho. Observou-se, via simulação, que quanto maior o nível de desbalanceamento menor é a precisão das estimativas. No entanto, perdas de até 25%, desde que uma dada cultivar ocorra em pelo menos dois ambientes favoráveis e dois ambientes desfavoráveis, é tolerável e leva a uma boa descrição do comportamento das cultivares frente à variação ambiental.


Palavras-chave


estabilidade fenotípica; correção de erro; análise não-balanceada

Texto completo:

PDF (English)


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461