Deficiências nutricionais no arroz irrigado em sucessão ao feijoeiro em solo de várzea

Wander Eustáquio de Bastos Andrade, Augusto Ferreira de Souza, Janice Guedes de Carvalho

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar resposta do arroz (Oryza sativa L.), em sucessão ao feijoeiro, à calagem, e aos macro e micronutrientes. O experimento desenvolveu-se em casa de vegetação, com solo orgânico coletado na região norte fluminense. Os tratamentos, num total de 12 e aplicados apenas por ocasião do cultivo do feijoeiro, constituíram-se de: testemunha (solo natural), "completo" (N, P, K, calcário, S, B, Co, Cu, Mo e Zn) e "completo" menos um nutriente de cada vez. O delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com quatro repetições. Após a colheita do feijoeiro, o solo permaneceu nos vasos até instalação do experimento com o arroz. Fez-se a adubação com N, P e K, quando pertinente, e avaliou-se o efeito dos tratamentos na produção da parte aérea da planta e na acumulação de nutrientes. Apenas a testemunha e os tratamentos nos quais se omitiu o N ou o K apresentaram decréscimos significativos na produção de matéria seca em comparação com o tratamento "completo", ou seja, 59, 49 e 38%, respectivamente. O acúmulo de nutrientes na parte aérea do arroz ocorreu na seguinte ordem: N>K>Ca>P>Mg>S>Fe>Mn>Zn>Cu>B.

Palavras-chave


Oryza sativa; limitações nutricionais

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461