Aperfeiçoamento de bico de pulverização eletrostática para geração de gotas com alto nível de carga

Aldemir Chaim

Resumo


Com o objetivo de estudar a influência do sistema de aterramento de líquido no nível de carga de gotas, obtidas com processo de pulverização eletrostática, foram construídos dois bicos, pneumáticos e eletrostáticos de mistura interna, com eletrodos de indução miniaturas, embutidos na capa de ar, na região de formação das gotas. Em um dos bicos (B1), o eletrodo de aterramento do líquido consistiu de um cilindro de latão com ponta, colocado no conduto de líquido do corpo do bico. No outro bico (B2), o eletrodo de aterramento do líquido consistiu de uma agulha metálica, embutida no corpo do bico, cuja ponta sobressaiu-se em 1 mm do orifício de saída de líquido. Em um ensaio comparativo, o sistema de aterramento por agulha produziu jatos de gotas com níveis de carga superiores aos do outro sistema, em diferentes condições de pressão de ar e voltagem de indução. Em um ensaio específico com o bico B2, o mesmo produziu gotas com carga de 22 μC/g, com vazão de 60 mL/min, pressão de ar de 392 kPa e apenas 3.500 V de tensão de indução. Esse nível de carga é maior do que os obtidos pela maioria dos bicos eletrostáticos descritos em literatura.


Palavras-chave


bico eletrostático; bico pneumático; gotas de pulverização; gotas com carga elétrica

Texto completo:

PDF


Embrapa Sede
Parque Estação Biológica - PqEB - Av. W3 Norte (final) Caixa Postal 040315 - Brasília, DF - Brasil - 70770-901
Fone: +55 (61) 3448-2461